Cyforce

Cyforce

A força está com el(z)a!

Drik Barbosa, Alt Niss, Tássia Reis, Tatianna Bispo, Stefanie Roberta, Karol de Souza e Mayara Maldjian.
Se você ainda não conhece o projeto Rimas & Melodias, prepare seus ouvidos para uma deliciosa mistura de estilos quevieram mostrar o significado de “The Force Is Female”.

Em parceria com o canal e produtora de vídeos Kondzilla, Nike Sportswear celebra os 35 anos do Air Force 1 com uma homenagema um dos maiores nomes da música brasileira e, acima de tudo, um ícone da força feminina: Elza Soares.

Inspiradas também por nomes que vão de Alcione a Jovelina Pérola Negra, Yvone Lara a Nina Simone, as integrantes do R&Mfalam sobre feminismo, preconceito e a honra de cantar sobre e para Elza.

Luta constante por espaço

“As opressões juntas causam muito mais danos pra uma determinada camada da sociedade. Juntas, opressões de raça, gêneroe classe são muito mais agressivas do que se olharmos de maneira isolada, porque elas não estão isoladas.” Tássia Reis

Cyforce

Tatianna Bispo

“A gente tá conseguindo abrir umas portas e não é porque elas estão se abrindo pra gente. A gente tá chegando com opé nelas, falando ‘a gente vai entrar’.”

Cyforce

Tássia Reis

“Eu gosto de pensar que a gente tá hoje, aqui, ajudando a nossa juventude, trabalhando para construir nossas históriase que elas sejam contadas por nós, e não que a gente tenha que esperar um aval da sociedade.”

Cyforce

Drik Barbosa

“Na base do respeito, a gente consegue melhorar as outras coisas. A partir do momento que você respeita o espaço, avontade, um ‘não’ de uma mulher, as outras coisas já são mais possíveis.”

Cyforce

Stefanie Roberta

“A gente tem que continuar dando esse grito, para a próxima geração não ter que passar por tudo que a gente passou.Eu acredito que a próxima geração já vem um pouco mais protegida e consciente.“

Cyforce

Karol de Souza

“O trabalho da mulher precisa ser reconhecido. Você chega num set, às vezes não tem mulher. A gente, R&M, é diferente.A gente é só mulher.”

Cyforce

Mayra Maldjian

“A questão mais importante do feminismo é olhar para quem está na base da pirâmide social, que são as mulheres negras.Eu não posso falar por elas, mas todas nós precisamos olhar para elas.”

Cyforce

Alt Niss

“Falta espaço e oportunidade. Então, o mais importante agora é gerar trabalho. O R&M é resultado disso. Gerar espaçopara trazer e executar as nossas próprias ideias.”

O Projeto

“Geralmente, DJs não têm parte em cyphers, quem tem mais destaque são as MCs. Eu não sei se algum DJ no Brasil já teveparte em cypher, mas eu tive uma parte nesse projeto e isso é muito legal.
Eu fiz uns riscos com a voz da Tássia cantando ‘Elza’.” Mayra Maldjian

“A gente começou o Rimas e Melodias pra viver outras coisas, experimentar coisa nova, celebrar fazer música e celebrarser mulher.
É muito legal quando a gente encontra outro projeto que abraça essa vontade de fazer música, e fazer arte em formade vídeo.
Ainda mais falando sobre a Elza, que é uma inspiração total pra gente. ” Drik Barbosa

“Essa oportunidade está sendo um presente e um privilégio. As pessoas fazem homenagem quando um artista morre.
A gente tá fazendo essa homenagem com ela viva. E ela merece!” Stefanie Roberta

AF-1: O ícone

“Pra gente que é do hip hop, o Air Force 1 marcou muito o movimento. É um tênis que traz a vivência
e tá preparado pra tudo.” Drik Barbosa

“É uma imagem que eu tinha na cabeça desde sempre. De ver o Air Force 1 no pé dos rappers, das rappers,
atrelado ao rap, ao hip hop, à música negra de forma geral.” Alt Niss

Eu sempre quis tanto ter um Air Force 1 branco. Na minha adolescência, eu via nos clipes de rap.
É um clássico.” Karol de Souza

POR TRÁS DAS LENTES

Há quatro anos dirigindo projetos de vídeo para o Kondzilla, Gabriel Zerra liderou as gravações do clipe do
CYFORCE – A FORÇA ESTÁ COM EL(Z)A,
que aconteceram em São Paulo, numa antiga fábrica de leite no Brás.

“É um cypher, não um videoclipe. O cypher tem esse conceito de dar o rec ali e só dar o stop depois que todo mundo cantou.
É contínuo, é orgânico, e mostra a versatilidade do artista, de cantar e, ao mesmo tempo, fazer uma performance muito semelhanteao palco.”

Próximo da marca de dirigir 50 vídeos estrelados por mulheres, Gabriel também falou sobre essa mudança da qual ele jáfaz parte.

“Até o fim de 2018, quero ter gravado 100. É onde está meu maior foco hoje.
Tomo mais tempo e um cuidado maior para refletir quando é uma artista mulher.”

Assista ao vídeoAssista ao vídeo
Cyforce

The force is female

O Force é uma declaração de poder e confiança.
Um empoderamento sem fronteiras ou definições.
Exclusivo para mulheres.

Ver Coleção